quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Gol – Sexta Geração – 2012

Olá, boa tarde!

O Gol G5 recebeu nova frente, especificando os faróis, iguais ao do Volkswagen Fox, Volkswagen Jetta etc, e a traseira do Fox e derivados. Esse novo modelo lançado em 2012, como modelo em 2013 tem os motores 1.0 VHT "TEC" , 1.6 EA111, 1.6 i-motion e Power I-Motion sendo ambos Flex com injeção eletrônica e câmbio manual com 5 marchas.

A versão Power (1.6) possui um motor de 104 cv, torque de 15,6 Kgfm. A marca optou por não chamar essa reestilização de G6, mas apenas "Novo Gol", embora alguns concessionários insistam em usar o apelido "G6" como estratégia de marketing.

Fonte: Nadave.net

Abraços,

Chapecó Kombi Clube


sábado, 27 de outubro de 2012

Gol – Quinta Geração – 2008

Olá, boa tarde!

Essa foi a fase em que o Gol mais mudou. O modelo utiliza a plataforma PQ 24 do VW Polo e trazia suspensão dianteira do recém-lançado na Europa Seat Ibiza, primeiro a usar a PQ 25.

Com visual moderno, se utilizou de garotos propagada como ninguém menos que o ator Silvester Stallone e a modelo Gisele Bündchen. Para não espantar a clientela conservadora do Gol, o slogan na época do lançamento era: "Novo Gol, bonito como nunca, Gol como sempre". As opções de motorização eram 1.0 e 1.6 ambas flex.

Fonte: Nadave.net

Abraços,

Chapecó Kombi Clube


quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Gol – Quarta Geração – 2006

Olá, boa tarde!

O Gol sofre novas alterações: novas dianteira e traseiras, novo painel (seguindo a tendência dos automóveis “de entrada” da marca), acabamento interno e suspensão mais elevada Disponíveis nas versões City, Plus, Power.

Em setembro e outubro de 2006 o seu principal concorrente Fiat Palio passou em numeros de vendas, contudo, o Gol fechou o ano como o carro mais vendido do país. Em agosto de 2007, novamente o Fiat Palio volta a passar o VW Gol.

A Volkswagen continua a deixar a desejar no quesito acabamento e conforto mesmo com as alterações na nova linha do Gol G4 / 2008. Desde seu lançamento a estabilidade de sua suspenção é muito elogiada.

Fonte: Nadave.net

Abraços,

Chapecó Kombi Clube


terça-feira, 23 de outubro de 2012

Gol – Terceira Geração – 1999

Olá, boa tarde!

Foi feita uma pequena mudança na carroceria, que fora ‘apelidada’ de Gol Geração III. A qualidade dos plásticos empregados continuava não sendo boa e, da mesma forma que o Gol bola,apresentava problemas de deformação e quebras.

Fonte: Nadave.net

Abraços,

Chapecó Kombi Clube

domingo, 21 de outubro de 2012

Gol – Segunda Geração – 1994

Olá, boa tarde!

A segunda geração, conhecido como Projeto AB9 (baseada na B2, do Santana) e apelidado como "Gol Bolinha", que trazia uma carroceria totalmente nova, moderna que apresentou linhas mais arredondadas em relação à versão anterior, assim ganhando do público o apelido de "Gol Bola" no Brasil. Apesar da Volkswagen apresentar um projeto de carroceria novo, a plataforma era basicamente a mesma adotada em sua primeira geração, ajudando a manter soluções praticamente idênticas no que diz respeito a suspensão, motorização e freios.

Foi lançado nas versões 1000i, 1000i Plus além das CL, GL e GTI (agora com "I" maíúsculo), nas versões de motorização 1.0, 1.6, 1.8 (opcionalmente no modelo CL) e 2,0 litros, respectivamente. O Gol de geração anterior, ou o "quadrado", também fazia parte da família e não saiu de linha, se mantendo como carro de entrada da marca. A única opção da carroceria tinha motor 1.0. A versão Furgão deixa de ser produzida.

Em 1995 o Gol CLi 1.6 saiu com 86cv de potência, e já em 1996 o mesmo Gol CLi saia de fábrica com apenas 81cv de potência, tornando um fato bastante curioso. Porém explicado pela colocação de um catalisador que o tornou menos potente e consequentemente perdeu 5cv.

Foi lançado o Gol GTI (1996) com motor 2.0 16V e 145cv, que trazia um discutível calombo no capô para poder comportar o (largo e alto) cabeçote no motor, que não caberia ali sem tal adaptação uma vez que o bloco era do Golf 1.8 alemão. Já o Gol GTi 8V de 120cv (gasolina), na época lutava contra os modelos Uno Turbo i.e, Kadett GSi e Escort XR3.

Também foi lançado neste ano o Gol TSi, que tinha a missão de suceder os antigos modelos GTS, e não obteve sucesso pois apresentava somente alterações estéticas sem mudanças drásticas no motor, que seguia a mesma linha dos motores 1.8, sem potência para velocidades altas e com péssima retomada de velocidade do restante da linha.

1997: Seu motor passou a possuir injeção eletrônica multiponto de combustível em todos os motores desta linha e houve também alteração em suas nomenclaturas. O modelo CLi por exemplo passou a ser denominado como 1.6 CL MI.

Houve também uma alteração na motorização do modelo TSi com motor 2.0, passando de 109cv da versão GTI 8V, para 111cv nesta nova versão. Neste mesmo ano é oferecida a versão GL também com opção de motor 1.6, que até então possuía motor somente 1,8 litro.

Fonte: Nadave.net

Abraços,

Chapecó Kombi Clube


sábado, 20 de outubro de 2012

Gol – Primeira Geração – 1980

Olá, boa tarde!

Lançado em 1980, é considerado o maior sucesso da Indústria automobilística no Brasil de todos os tempos. É também o primeiro e único carro brasileiro a ultrapassar a marca de 5 milhões de unidades produzidas, tornando-se, em fevereiro de 2001, o primeiro e único a superar o Fusca em vendas.

Estreou com motor carburado de corpo simples e refrigerado a ar, herdado do Fusca, um 1300, que lhe rendeu o apelido de “batedeira” devido ao barulho característico proveniente do motor, com a opção da utilização de gasolina ou álcool como combustível.

Fonte: Nadave.net

Abraços,

Chapecó Kombi Clube


Rebaixado! Retenção ou Remoção?

Segue uma matéria para quem possui veículo rebaixado, turbinado, enfim, tunado!

Carro Rebaixado nao pode ser apreendido !!
por Shu-Sha em Qua Jun 29 2011, 13:56

.E agora.. é a hora de vc mostrar que LEU alguma coisa aqui!

A polícia mal intencionada vive querendo levar pro pátio os veículos com alteração de característica... Então, quem nao seguiu meu conselho de andar dentro da lei, veja pelo menos como fazer para não deixar o carro ir pro pátio!

Pátio...

Depois de falta, certamente a palavra pátio é a que mais aterroriza aos apaixonados por preparação automotiva. É o eterno drama de viver sob a infindável ameaça de perder o resultado de seus incontáveis investimentos para o pátio do Detran, ainda que apenas por alguns dias.

Contudo, a coisa não é tão simples quanto determinados policiais corruptos pretendem fazer parecer. É certo que existem várias hipóteses nas quais a autoridade pública tem o dever de recolher certos veículos para o pátio do Detran, sob custódia policial. Porém, é também certo que NEM TODAS AS INFRAÇÕES de trânsito dão margem à apreensão e remoção do veículo!

Desde logo advirto: VEÍCULO COM CARACTERÍSTICA ALTERADA NÃO PODE SER APREENDIDO E MUITO MENOS REMOVIDO PARA O PÁTIO DO DETRAN!.

Para entender essa questão, precisamos começar entendendo as seguintes 2 expressões técnicas, que nada têm a ver uma com a outra: RETENÇÃO e REMOÇÃO.

São duas modalidades distintas de medidas administrativas, acessórias à pena de multa, que a autoridade pública deve aplicar em determinadas situações.

Pela definição do próprio Código de Trânsito, remoção é a hipótese na qual, além da multa, deve o policial proceder à remoção do veículo para o pátio do Detran. Até aqui nenhuma novidade.

Art. 271. O veículo será removido, nos casos previstos neste Código, para o depósito fixado pelo órgão ou entidade competente, com circunscrição sobre a via.


Diferentemente do que ocorre com a remoção, a retenção é a medida administrativa segundo a qual o policial deve, num primeiro momento, impedir que o veículo seja liberado, até que a irregularidade que deu motivo à retenção seja sanada. Exemplo: um automóvel com película mais escura do que o permitido. Se o proprietário arrancar a película ali mesmo, o policial deve liberar o veículo, apenas com a multa correspondente.

Art. 270. O veículo poderá ser retido nos casos expressos neste Código.
§ 1º Quando a irregularidade puder ser sanada no local da infração, o veículo será liberado tão logo seja regularizada a situação.
§ 2o ****************

Mas, e aqui se encontra o cerne da questão, existem certas irregularidades passíveis de retenção que não têm como ser sanadas rapidamente, tais como um turbo irregular ou uma alteração de suspensão em automóvel. É óbvio que não há como você desinstalar o turbo de um carro em poucos instantes e sem ferramentas, e tal absurdo nem se pode exigir.

E, fatalmente, o que acaba por ocorrer quando se está diante de um agente policial corrupto ou ignorante, é você ser informado de que se não há como sanar a irregularidade, o veículo será removido para o pátio do Detran.

E R R A D O!

Não é o que manda a lei!

Seja por ignorância, seja por má-fé, e vale lembrar que nenhuma dessas hipóteses serve como desculpa a um funcionário público que tem como único dever a fiscalização do trânsito, alguns agentes de trânsito OMITEM o parágrafo segundo do art. 270 do Código de Trânsito, vamos a ele (e, aliás, ao artigo todo):

Art. 270. O veículo poderá ser retido nos casos expressos neste Código.
§ 1º Quando a irregularidade puder ser sanada no local da infração, o veículo será liberado tão logo seja regularizada a situação.
§ 2º Não sendo possível sanar a falha no local da infração, o veículo poderá ser retirado por condutor regularmente habilitado, mediante recolhimento do Certificado de Licenciamento Anual, contra recibo, assinalando-se ao condutor prazo para sua regularização, para o que se considerará, desde logo, notificado.
§ 3º O Certificado de Licenciamento Anual será devolvido ao condutor no órgão ou entidade aplicadores das medidas administrativas, tão logo o veículo seja apresentado à autoridade devidamente regularizado.
§ 4º Não se apresentando condutor habilitado no local da infração, o veículo será recolhido ao depósito, aplicando-se neste caso o disposto nos parágrafos do art. 262.
§ 5º A critério do agente, não se dará a retenção imediata, quando se tratar de veículo de transporte coletivo transportando passageiros ou veículo transportando produto perigoso ou perecível, desde que ofereça condições de segurança para circulação em via pública.

Como se pode ver de forma absolutamente clara e inequívoca, se não houver como corrigir a irregularidade no local da infração, o condutor tem a opção de entregar o documento do veículo (CRLV) ao policial, e, utilizando a multa como documento temporário, passa a ter um prazo (dado pelo policial, normalmente 10 dias) para regularizar o veículo e buscar o documento na sede da entidade responsável pela retenção. Claro, você tem também o direito de optar por não levar o veículo, e deixá-lo retido no local para ser conduzido ao pátio do Detran (em casos específicos, como, por exemplo, se quiserem multar por estar rebaixado um veículo que não está rebaixado. Neste caso o ideal é solicitar que o automóvel seja levado ao pátio, solicitar uma perícia técnica no local para provar que o automóvel não era rebaixado e, com esse laudo pericial, tomar as medidas legais contra o policia e contra o Estado), mas normalmente não é o caso.

Enfim, qualquer pessoa alfabetizada pode constatar sem problemas seu direito, devidamente previsto em lei, de não ter seu veículo apreendido.

Alguns policiais tentam argumentar, como se fossem membros da Academia Brasileira de Letras, que o veículo poderá ser retirado..., e isso é uma mera faculdade do policial, de permitir ou não a liberação.

Essa argumentação é tão estúpida que confesso ficar até constrangido de respondê-la. Mas, já que é preciso, procedamos à análise sintática da expressão:

Versão normal, que está invertida: o veículo poderá ser retirado por condutor regularmente habilitado

Versão corrigida sintaticamente: o condutor regularmente habilitado poderá retirar o veículo.

É fácil perceber que ambas as frases têm o mesmo sentido e o mesmo significado. E, analisando a segunda, vê-se que o verbo poderá é relativo ao sujeito o condutor. Logo, poder ou não retirar o veiculo é uma faculdade que assiste ao condutor regulamente habilitado, e não ao policial.

Devidamente compreendidas as diferenças entre remoção e retenção, agora só me resta dizer que a alteração de características é uma infração passível de multa e medida administrativa de retenção, e não remoção!!!

Logo, por mais que seu automóvel esteja rebaixado e turbinado sem regularização, em hipótese alguma o veículo pode ser apreendido, desde que não hajam infrações passíveis de remoção (IPVA em atraso, placas ilegíveis, etc...). Pode, sem dúvida, receber mais de uma multa e ter os documentos apreendidos.

O simples fato de um automóvel estar rebaixado não autoriza, em hipótese alguma, um policial a removê-lo. Se um policial fizer isso, estará COMETENDO CRIME DE ABUSO DE AUTORIDADE, nos termos da Lei 4.898/65, por aplicar uma medida diversa da prevista em lei!

E quem comete crime, é bandido, e deve ser processado criminalmente.

Não deixem barato esse tipo de conduta criminosa. Se elas ainda acontecem a culpa é de quem se omite e de quem paga suborno. Comecem a fiscalizar os agentes de trânsito com o mesmo rigor com que eles fiscalizam nossos veículos, que certamente os abusos irão ficar cada vez mais raros.

Não subornem, não se intimidem e não deixem barato. Policiais honestos não têm o que temer, policiais bandidos têm tudo a perder. E perdem!

Se você começar a se defender e o bandido disser que vai levá-lo preso por desacato à autoridade, diga a ele somente que ficará feliz em acompanhá-lo até a Delegacia de Polícia mais próxima e relatar ao Sr. Delegado de Polícia o quanto você estava desacatando o CRIME DE ABUSO DE AUTORIDADE que ele está cometendo.

Fonte: Gol Club

Nissan Juke-R

Olá, boa noite,

Quando a Nissan lançou o Juke lá fora, eu pensei “Que carro FEIO! A Nissan pode fazer melhor que isso”. Bom, ela fez. Pegou toda a mecânica do God e enfiou no pequeno SUV. O resultado disso?! Confere aqui pra baixo.

Como eu disse que a Nissan enfiou toda a mecânica do GT-R no Juke, o motor é o mesmo V6 bi-turbo que beira os 500 cv, com câmbio de 6 marchas e tração integral. As rodas e todo o interior são do próprio GT-R. Bom, o resto, incluindo o ronco do motor, dá pra conferir aqui no vídeo abaixo. Aproveita e curte o blog no facebook, e o post também.

Fonte: Área de Descanso

Até mais,

Chapecó Kombi Clube

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Peugout EX1

Olá, boa noite,

O que falar de um carro conceito? Nunca tem muito pra se dizer, e sempre muito mais pra se mostrar nesses casos. Particularmente, depois que eu comecei com o blog, e tive que pesquisar novas fontes pra ter novos posts mais interessantes, eu comecei a gostar muito dos conceitos franceses. Renault Dezir, Citröen Survolt e tantos outros que eu ainda não postei, mas que com certeza virão.

O EX1 é um pouco diferente dos outros. É uma linha que a Peugout gosta de seguir, e insiste. Procure pelos modelos conceitos 20Cup e Asphalte, que você vai perceber a semelhança entre os 3, e o trabalho de sintonia fina que foi feito nesse aqui pra deixar ele com um aspecto mais legal dos que os outros.

Ele na verdade parece um meio carro (veja no vídeo abaixo a aproximação dele, e me diga se eu estou errado), mas o que difere ele de outros conceitos é que ele foi concebido para inovar, recriar, e bater recorde. Ele foi lançado no Salão de Paris de 2010, e ainda no ano passado, em Nurburgring, fez o recorde para a volta mais rápida de um carro elétrico. Foi mais rápido do que o Tesla Roadster, que levava com facilidade Ferraris mais antigas como a Testarossa.

Ele é empurrado por dois motores elétricos, que juntos produzem 340 cv e 480 Nm de torque. O carro é muito rápido também graças a sua arquitetura e materiais, e também pela tração nas quatro rodas. O estilo de abertura das portas, que vem com os assentos é uma ótima alternativa de acessibilidade e de conforto, mas fechá-las deve ser bem difícil haha.

Pra quem gosta de música, esse vídeo é bom. De carro, nem tanto. Mas mostra o feito que o carrinho elétrico já conseguiu. Bater o recorde em Nurburgring, nas condições climáticas que estavam ali no dia, o carrinho tem que ser muito bom mesmo, e o piloto também.

Fonte: Área de Descanso

Até mais,

Chapecó Kombi Clube

domingo, 14 de outubro de 2012

Pickup do Chip Foose

Boa tarde,

Para rebater a postagem da pickup utilizada pelo Stallone no filme Mercenários, vou postar vídeos do programa Overhaulin' em que construíram a pickup do Chip Foose. Os vídeos estão na língua original, mesmo assim são ótimos.

Valeu,

Chapecó Kombi Clube









sexta-feira, 12 de outubro de 2012

1974 Chevy Stepside "Flatliner"

Boa tarde,

Segue texto retirado do anúncio do ebay com tradução literal pelo google, se você estiver disposto a por a mão no bolso, pode comprar essa belezura!!!

"Um dos caminhões mais reconhecidas e realizadas personalizados em existência. Este é um quadro dólar superior fora compilação que resultou em várias vitórias grande show, cobertura grande revista, eo caminhão de ser escolhido pelos editores da revista como um dos melhores caminhões personalizados de todos os tempos.

1974 Chevy Truck Mostrar Stepside apelidado de "O Flatliner". Isto é absolutamente um dos caminhões piores e mais condecorado personalizados ao redor. 4 anos e mais de 95.000 dólares foi investido neste quadro completo off construir em que praticamente cada centímetro e parafuso foi tocado criar uma rolha verdadeiro show one-of-a-kind. Portanto, muito do este caminhão é o resultado de um-off fabricação personalizada de que é seguro dizer que você nunca vai ver um outro caminhão como ele ea suspensão a ar permite um número quase ilimitado de olhares. Você pode deixá-lo reduzido ou quase completamente bateu no chão ou deixar a parte de trás um pouco mais durante mais de um "hot rod" olhar (o meu favorito!) Ou entre em nada.

O caminhão foi apresentado em dezenas de publicações, incluindo praticamente todos os grandes revista caminhão que existe. Uma pequena lista de algumas das características de revistas importantes incluem:
• Cobertura e recurso em revista Caminhões clássico
• O recurso de 6 páginas na Revista Truckin'
• Link para o artigo on-line 1974 Chevy Stepside
• O recurso de 5 páginas na Rua Revista Caminhões
• O recurso de capa e quatro páginas em Custom e Classic Revista Caminhões
• Caminhão característica promocional no catálogo Coddington Boyd por um número de anos
• Caminhão característica promocional no catálogo Especialidades Slam para um número de anos

Talvez a realização mais impressionante estava sendo chamado à lista Truckin 'Edição Revistas especial do 30 º Aniversário dos "Top 100 caminhões de Todos os Tempos". Apenas transformando-a em Revista Truckin 'identifica a sua construção como um dos melhores em torno de modo a ter um caminhão que não é apenas apresentado, mas na verdade se destaca como um dos melhores caminhões que eles já apresentados, é uma tremenda realização. Um monte de compilações pretensão de ser um dos melhores, mas este caminhão tem editores de revistas importantes, que viram apenas a nata da cultura para mais de 3 décadas inteiras, realmente fazendo essa reivindicação para ele.

Este caminhão também tem juízes mostram o backup de sua qualidade de construção como tem colecionou prêmios de cada vez que foi mostrado, incluindo alguns grandes eventos.

Algumas de suas vitórias mostram principais incluem:
• Varrer dos melhores, tanto em sala de aula e caminhões em circulação geral no prestigiado Oakland Rod e apresentação personalizada
• Primeira classe Roadster no Salão São Francisco
• Primeira aula na Truck Jam Califórnia

A razão que ganhou tantos prêmios e foi escrito sobre tantas vezes é porque a grande atenção aos detalhes cobrindo cada centímetro deste caminhão. Na verdade, a fabricação personalizada e detalhes sobre o mesmo quadro e suspensão é tão extensa e mostrar digno de que eles decidiram construir uma cama de ver através apenas para mostrar o trabalho.

Aqui está uma lista das especificações construir no caminhão:

4 anos construir, com mais de 95.000 dólares investidos

.: Exterior / Body Mods / Pintura
• Quadro completo off construir com caminhão inteiro montado de volta para quadro usando hardware de aço inoxidável e linhas
• Grade de boleto
• Front-end 1979 para permitir a liberação capa mecânica e melhor ajuste com a grade de boleto
• Raspado o enchimento do tanque de gás, emblemas, e lanternas traseiras
• Removido o cadeias bagageira e substituído por costume usinados conjunto de fechaduras 3 peças da porta traseira
• Cheio e alisou fins ferroviários e bolsos estaca
• 1959 El Camino espelha
• Harley Davidson LED traseiras
• Coberto o tanque de gás com aço inoxidável e tampa de enchimento de gás personalizado
• Mão lentes fabricadas o lado claro
• Cary chamas Greenwood e pinstriping
- O falecido Cary Greenwood era um pintor famoso carro personalizado e reconhecido como um dos melhores de sempre. Ele tem sido destaque em vários livros sobre o assunto, incluindo "Up in Flames: A Arte da Pintura Chama", que fornece recursos em alguns dos melhores artistas chama personalizados de todos os tempos e "Mestres pinstriping" que fornece recursos em alguns dos maiores personalizado pinstripers sempre. Ele é realmente um dos melhores artistas e mais chama reconhecido e riscas de todos os tempos.
- Greenwood listradas trilhos de quadro em azul e roxo
- Casa da Paixão Kolor pérola roxa e chamas Magia Blue Pearl
- Nick Greenwood tiro a camada de base, enquanto Cary Greenwood fez as chamas e pinstriping
- Mais de 275 dicas de chamas no caminhão

• Leito apresentação personalizada para exibir todo o truque componentes únicos de suspensão
- Piso de acrílico com 4,5 'mural riscas sobre ele feito por Cary Greenwood, que provavelmente deve ser pendurado em um museu em algum lugar, pois é uma verdadeira obra de arte
- Personalizado usinado cabeceiras de alumínio interiores para segurar o show chão no lugar
- Piso elevado de 5 polegadas para permitir espaço para o eixo de viajar

.: Interior / estéreo
• Sistema de áudio projetado, construído e instalado pela Toys carro final de Dublin Califórnia
- 3-10 "subs polegadas escondidas no compartimento centro personalizado construído
- 2 º - ampères alpinas em recinto construído personalizado atrás do assento
- Mão fabricados painéis das portas em fibra de vidro para segurar os alto-falantes de componentes
- Personalizado recinto plexiglas entre os assentos mostrando os overs cruzadas com iluminação neon vermelho

• Billet Specialties volante
• Billet espelho retrovisor
• Personalizado Fabricada boleto painel de instrumentos
• Alterna O Personalizado e indicadores para controles de suspensão a ar passeio
• Deslocamento Billet e sinal lida

.: Transmissão
• Engradado Chevy 350CID de motor e transmissão TH350
• Totalmente detalhada para mostrar o nível de vencimento e coberto com cromo e boleto. Virtualmente cada centímetro do compartimento do motor está brilhando
• Duplo Powermaster cromo 110 ampères-alternadores com personalizado truque projetado e fabricado suportes e barras de tensão
• Desempenho de março de Polias
• Personalizado radiador inoxidável e ventilador
• Personalizado inoxidável cobertura firewall
• Doug Thorley cabeçalhos
• Duplo Flowmaster escape saída lateral sob os degraus laterais

.: Suspensão
• Personalizado quadro totalmente em caixa e soldados com barras de escada
• Todos os furos no quadro cheio e brilho todo o quadro pó revestido preto e então coberto com pinstriping clássico feito por Cary Greenwood
• Passo o quadro entalhado traseira trilhos 5,5 polegadas
• Personalizado fabricado suportes dianteiros e traseiros
• Personalizado tarugos de alumínio usinado travessa
• 1/2 imagem principal de fluxo válvulas de massa
• Dois cerâmica revestidas de 5 galões tanques
• Quatro Thomas 317 compressores
• Especialidades Ô Slam de RS72 (frente) e RS82 (traseira) malas
• Boyd Coddington Wheels Stingray montado Toyo Tires (20x8 na frente e 20x9.5 na parte traseira)
• Chrome tubular braço de controle superior
• Belltech queda fusos
• 9,5 "gota frente e 11,5" drop traseiro
• 4 freios a disco rodas

O caminhão continua em grande forma hoje e só foi impulsionado punhado de total de milhas desde a sua conclusão. O motor funciona perfeito e começa logo acima de cada tempo e do caminhão parece ótimo. A pintura é em muito bom estado, com um brilho incrível. Ele tem algumas imperfeições muito pequenas (eu não podia mesmo levá-los a aparecer nas fotos), mas permanece em geral em ótimo estado e os cromados ainda demonstram excelente. As fechaduras das portas não estão ligados para que eles não funcionam eo pisca-pisca do lado do passageiro parece ser mais escuro do que o lado do motorista (não sei porque). Calibre spedometer e combustível desconectada. Eu gosto de experimentar e apontar tudo, mas no geral este caminhão está em condições espetáculo pronto e é um que você teria orgulho de possuir e exibir.

Se você tiver quaisquer perguntas em tudo, por favor não hesite em contactar-me ou ligue para (612-919-4185). Caminhão está sendo vendido "como está, onde está" sem nenhuma garantia. Estou muito feliz em mostrar o caminhão ou disponibilizá-lo para inspeção assim basta entrar em contato para definir alguma coisa. Estou muito fácil trabalhar com isso, deixe-me saber e agradecimentos para olhar."


Valeu,

Chapecó Kombi Clube

domingo, 7 de outubro de 2012

Pickup Ford 1955 do Stallone

Boa tarde,

Para quem quiser dar uma conferida no programa da empresa West Coast Customs que construiu a pickup utilizada pelo Stallone no filme Mercenários. Os vídeos estão na língua original, mesmo assim são ótimos.

Valeu,

Chapecó Kombi Clube











Plymouth Terracuda by Foose

Olá, boa tarde,

Hoje, vamos falar um pouco da história desse Barracuda que se transformou em Terracuda. Como deu pra perceber no título, o nome do gênio do Tuning mundial tá ali marcando presença, então.. é com grande prazer, que hoje, eu falo pela primeira vez no blog de um projeto realizado pelo Chip Fosse.

Tudo começou por causa desse relógio Brietling aqui. Tá, e qual a ligação desse relógio com o carro? Bom, pra começo de conversa, esse não é um simples relógio. É um dos relógios mais caros do mundo, pra se ter uma idéia Jonh Travolta faz os comerciais dessa marca, e o Jonh Travolta não faz comerciais (exceto esse, óbvio). O dono do relógio (e do carro) tem uma pequena coleção de relógios, aviões e carros. E ele gasta o mesmo dinheiro com os 3. Ou seja, acaba sendo mais um dos casos de um cara que não tem onde enfiar todo o dinheiro que tem e resolve construir um carrinho.. bom pra gente!

Ele entrou em contato com Chip Fosse, mandou o carro e o relógio e disse “Faça os combinar”. Chip, que quase não é bom no que faz, virou praticamente um alquimista pra desenvolver essa cor ÚNICA e ESPECIAL desse carro. É um misto de dourado com marrom com sei lá. Ficou bom, ficou bonito, ficou perfeito pro carro e pronto. Isso é Foose.

Por dentro, algumas soluções interessantes, e a cor dominante não poderia deixar de ser o marrom também, lógico. O Chip trabalha muito bem com uma determinada temática. Ele acerta isso no começo do projeto, e segue até o fim sem fazer nenhuma alteração no conceito. Os mostradores e relógios no painel do carro, além de seguirem as cores, são como o relógio original que deu inicio a tudo.. Sem contar nos bancos do Shelby Cobra e os cintos da Crow Performance, extremo bom gosto.

Além de todo o desafio na parte estética, Foose se preocupa muito com a parte mecânica funcional do carro. Por exemplo o motor. Esse que tá ai, não é o original. O original é mais baixo e um pouco menor do que esse, então, a solução que o Chip encontrou pra fazer caber foi aumentar a distância entre-eixos e fazer um scoop no capô de argila até que depois ele foi artesanalmente transformado em aço. Abrigou certinho o motor, e faz parte da linha perfeita da grade frontal do carro.

Não divulgaram a potência produzida pelo motor, mas eu não faço que isso realmente faça diferença num projeto tão completo como esse aqui. Outras alterações aconteceram com o aumento do entre-eixos, como as suspensões dianteira (do Corvette C5) e a traseira (uma four-link criada pelo próprio Chip), além é claro de freios maiores da Baer.

Aqui embaixo você pode conferir a galeria das fotos do carro em todos os detalhes.

Fonte: Área de Descanso

Até mais,

Chapecó Kombi Clube

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Bugatti Stratos

Olá, boa noite,

Mais uma vez, um conceito-retrô aparece por aqui.

Projetado por Bruno Delussu da França, é um conceito retro-futurista que se inspira, principalmente no Bugatti Type 57 Atlantic, que é considerado por muitos como um dos carros mais bonitos de todos os tempos.

Bruno afirma que ele também usou algumas sugestões de design da Alfa Romeo6C 2500 Mille Miglia para o estilo da dianteira.

Para ser BEM sincero, eu não tenho muita coisa pra falar sobre esse carro. Eu achei irado o estilo, e já até imaginei que o motor pra ocupar o cofre desse carro ai, poderia ser o mesmo que equipa o Veyron ou uma próxima geração com um motor híbrido. Ficaria legal, a Bugatti começando a pensar também no meio ambiente, já que o Veyron poluí tanto quanto um trem a carvão. (brincadeira) Fica ai com mais algumas fotos desse conceito ai pra baixo.

Fonte: Área de Descanso

Até mais,

Chapecó Kombi Clube

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

21 º Encontro Sul Brasileiro

Bom dia,

Para agendar! Vem aí o 21.º Encontro Sul Brasileiro de Veículos Antigos, na cidade de Caxias do Sul/RS, entre os dias 15 e 18 de novembro de 2.012.

Abraços,

Chapecó Kombi Clube